Bebê elefante é atingido por motocicleta, logo em seguida é reanimado por um socorrista

A bondade não tem limitação. Não é somente nós seres humanos que procuramos ajuda quando necessitamos, os animais também buscam por ela. Caso ela venha na hora exata, pode salvar vidas de seres vulneráveis. Este bebê elefante volta a viver depois de receber RCP (Reanimação Cardiopulmonar) de uma equipe de resgate fora de seu horário de trabalho.

Uma motocicleta atropelou o filhote enquanto travessava uma estrada no distrito de Chanthaburi, que fica no sudoeste do país. Ele estava deitado no chão e aparentava estar sem vida, a poucos metros de distância estava o motociclista confuso e com ferimentos.

O responsável pelo resgate, um tailandês de 26 anos, chamado Mana Srivate, estava em uma viagem durante sua folga e rapidamente foi acionado. Mana fez RCP no elefante filhote, enquanto isso, seus colegas atendiam o motociclista.

As tentativas de resgate do jovem que tanto se dedicou deram certo. O filhote voltou a vida e repousou um pouco antes de se unir a sua mãe.

“É meu instinto salvar vidas, mas fiquei preocupado o tempo todo porque posso ouvir a mãe e outros elefantes chamando pelo bebê”. Relatou Mana à Reuters.

Mana nunca havia resgatado um bebê elefante no decorrer de sua profissão. Para tanto, ele soube precisamente o que fazer quando olhou para o elefantinho. Ele acreditava que a Reanimação Cardiopulmonar era a única forma de salva-lo. E não é que deu certo? Graças a ele o bebê elefante permaneceu vivo.

Tudo compensou.

“Eu presumi onde um coração de elefante estaria localizado com base na teoria humana e em um videoclipe que vi online”. Declarou ele à Reuters.

No que diz respeito ao elefante filhote, ele foi capaz de se levantar passados 10 minutos. A equipe de resgate o encaminhou para outro lugar para averiguação e tratamento caso necessário. Ainda bem que, a mãe do pequeno elefante escutou o seu chamado, e ao voltar encontrou seu bebê.

O jovem foi muito elogiado e intitulado de herói.

Abaixo, o vídeo emocionante!

Postar um comentário

0 Comentários